UMA QUESTÃO DE EFICÁCIA

Questão de Eficácia

A Taça é sinónimo de festa, sempre foi e sempre será, e em Leiria não seria excepção. Numa 4ª eliminatória, contra uma equipa do primeiro escalão as gentes da cidade do Liz acorreram ao estádio para ver jogar o União de Leiria contra o Desportivo das Aves. Havia esperança num bom resultado, afinal de contas a União segue em primeiro na sua série e a equipa demonstra qualidade para voos maiores, o Aves era claramente favorito, mas a Taça é a prova rainha para surpresas.

O jogo começou rápido, as equipas estudavam-se enquanto lançavam ataques em todo o terreno em busca de uma fragilidade. Mais Leiria, muito mais Leiria do que Aves. A turma Unionista estava motivada e demonstrava bom futebol, com trocas de bola constante e de posicionamento, colocando constantemente os jogadores adversários em desvantagem numérica. Na frente de ataque, Leandro e João Vieira, desmarcavam-se e jogavam com os médios para chegar depressa à área contrária. O Aves não jogou mal, jogou frio, calculista, parecia uma equipa italiana com o seu catenaccio, tentando aproveitar os erros do adversário, e assim foi aos 23’ minutos, Derlei a responder de cabeça num cruzamento da direita, estava feito o primeiro da partida.

As situações de ataque leiriense sucediam-se mas o golo não aparecia, no entanto, começava a ganhar estatuto de MVP o guardião do Desportivo, Adriano, defendendo tudo o que lhe aparecia.

Diz o ditado que quem não marca, sofre, e assim foi. O resultado é ilusório para quem assistiu à partida no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, o Desportivo das Aves ganhou porque foi mais eficaz, marcando 3 golos em 4 vezes que chegou à baliza Leiriense, comprovou o estatuto de favorito e de clube da 1ª Liga com um plantel capaz de se qualificar para a Liga Europa nas palavras do mister Rui Amorim, mas não foi quem dominou a partida nem tão pouco quem praticou o melhor futebol.

Os nossos jogadores estão de parabéns pela entrega, pelo sacrifício e pelo belo jogo de futebol que proporcionaram. A vitória seria uma felicidade imensa mas a esperança que nos dão alegra-nos para o resto do Campeonato.

 

União de Leiria 0

Ricardo Neves, Brigues, Nailson, Kaká, Tony, Ulisses, Maks (Afonso 73′), Diaby, Leandro, João Vieira (Ernest 77′) e Adriano (Pepo 81′).

Suplentes: Wilson, Rukas, Dénis e Sérgio Duarte.

Treinador: Rui Amorim

C. Desportivo das Aves 3

Adriano, Pedrinho (Rodrigo Soares 70′), Defendi, Diego Galo, Nildo Petrolina, Falcão, Paulo Machado (Ryan Gauld 71′), Vitor Gomes, Salvador Agra, Derley (Cristian Arango 83′) e Amilton Silva.

Suplentes: Marco Pinto, Carlos Ponck, Braga e Alexandre Guedes.

Treinador: Lito Vidigal

Golos: Derley 27′, Vítor Gomes 66′ e Amilton Silva 83′.

Estádio Dr. Magalhães Pessoa, Leiria.