NEM SEMPRE A MELHOR EQUIPA GANHA!

BCB_UDL

Jogámos muito, muito mais que o adversário mas o “catenaccio” levou a melhor desta vez.

Domingo, 3 de Dezembro, 15H00 em Castelo Branco. O 3º classificado da Série C do Campeonato de Portugal recebia o 1º classificado, e em caso de vitória ultrapassava-o na tabela.

Começou mais forte a equipa da casa, o Benfica de Castelo Branco, com um ritmo intenso e pressionante surpreendeu os leirienses. No espaço de 15 minutos tiveram duas oportunidades e no único remate à baliza marcaram. Subitamente, tudo mudou. Os albicastrenses recuaram, o União de Leiria subiu, passou a dominar o meio-campo e até o último terço de terreno. O Benfica CB resumiu-se a um bloco baixo junto da sua área e com tiradas inconsequentes para o contra-ataque. A União massacrava no campo (422 passes e 81% certos) e na posse de bola (62%). Criava oportunidades em catadupa e pressionava constantemente, empurrando o adversário às cordas. Adriano num livre direto acertou na trave, Pepo obrigou o guarda-redes adversário a voar, Leandro de primeira e novamente João Manuel a defender, de resto foi o herói do Benfica de Castelo Branco nessa tarde.

A 2ª parte foi mais do mesmo, União de Leiria sempre por cima, mais bola, mais oportunidades, excelente na construção mas a pecar na finalização. A equipa mostrava muita vontade e luta mas com o passar do tempo o nervoso tomou conta dos jogadores, principalmente por causa das inúmeras faltas da turma albicastrense (4 amarelos que podiam ser mais) e do seu contínuo anti-jogo. Os leirienses jogavam mais com o coração do que com a cabeça e o tempo continuava a passar. 18 oportunidades de golo da União de Leiria contra 4 do Benfica de Castelo Branco. Desta vez ganhou o catenaccio, o “autocarro” em frente à baliza. O resultado de 1-0 não sofreu alterações e a União somava a sua 2ª derrota no Campeonato.

 

Benfica de Castelo Branco 1

João Manuel, Diogo Costa, Danilson Ribeiro, Zézinho, Fábio Mariano, Bruno Simões, Patas Moreno, Dani Matos (Issouf Coulibaly 75′), Gazela (Igor Taborda 80′), Kikas (Luis Silveiro 89′) e Tomás Sousa.

Suplentes: André Caio, Rúben Machado, Iniesta e Pedro Almeida

Treinador: Ricardo António

União de Leiria 0

Wilson, Brigues, Tony, Nailson, Kaká, Maks, Afonso (Diaby 74′), Pepo, Adriano (Ulisses 63′), Leandro e Ernest (João Vieira 63′).

Suplentes: Ricardo Campos, Rukas, Sérgio Duarte e Kah.

Treinador: Rui Amorim

Golos: Kikas 11′

Disciplina: Diogo Costa, Danilson, Tomás e Bruno Sousa (Amarelo); Ulisses (Vermelho)