EMPATE COM SABOR AMARGO!

foto by FPF/Diogo Pinto

“Cometemos erros pouco habituais” foram as palavras do treinador da União de Leiria, Rui Amorim, na flash interview no final da partida contra o Sertanense.

A 7ª jornada do Campeonato de Portugal avizinhava-se difícil para a equipa de Leiria, o Sertanense sempre mostrou ser uma equipa complicada de vencer e o histórico de resultados entre os dois clubes não era de todo favorável à turma do Liz. No entanto, o golo madrugador de Adriano cedo deu esperança à União de Leiria para um resultado positivo. Recebendo a bola de Diaby da direita, disparou forte com o pé esquerdo num remate indefensável de meia-distância, surpreendendo tudo e todos, até mesmo aqueles que ainda se sentavam na bancada do Estádio Dr. Magalhães Pessoa, estavam decorridos 2 minutos de jogo.

A União de Leiria ia dominando a partida mas a equipa do Sertanense nunca deixou de procurar os caminhos para a baliza de Wilson, tentando sempre jogar para as costas da defesa unionista. A primeira parte foi dura fisicamente e ríspida do ponto de vista disciplinar, duas expulsões no banco do Sertanense (Filipe Moreira, o treinador viu o resto do jogo na bancada) e 6 amarelos mostrados, um deles a Leandro, que cometeu penalty aos 15 minutos de jogo, um erro que saiu caro com Robson na cobrança a enganar o guarda-redes leiriense. Estava feita a igualdade, que acabaria por ser desfeita à passagem do minuto 41, pouco antes do intervalo, por Hernâni. O jogador da União de Leiria aproveitou um mau atraso da defesa do Sertanense e isolou-se na cara do guarda-redes adversário, o primeiro remate ainda foi defendido, mas na recarga o avançado leiriense não perdoou.

A 2ª parte começou como acabou a 1ª, mas para o lado do Sertanense. Seis minutos após o apito e noutro erro da defesa unionista, Sunday que nos primeiros 45 minutos viu-lhe ser perdoada a expulsão marcava o segundo golo do Sertanense, o empate a duas bolas não seria alterado até ao final. Não por falta de vontade e esforço da União de Leiria, no entanto, os jogadores mostraram mais coração do que cabeça e a inoperância da equipa de arbitragem na segunda parte ajudou a que o resultado permanecesse igual. Rui Amorim ainda mexeu na equipa mas mesmo assim não conseguiu evitar o primeiro empate da União de Leiria esta época.

A equipa segue em primeiro na Série C com mais 3 pontos que o agora 2º lugar, o Lusitano FCV.

União de Leiria 2

Wilson, Adriano (Pepo), Brigues (C), Tony, Diaby, Kaká, Ulisses, Leandro, Maks, Hernâni (Kevyn) e Nailson.

Não Utilizados: Ricardo Neves, Denis, Afonso, Rukas e Sérgio Duarte.

Treinador: Rui Amorim

Sertanense FC 2

Fábio Santos, Landry, Ká (Jean), Sunday (Marco Grilo), Darson, Jorginho (Katlego), Rui Maurício, Tito, Gilson, Robson e Djibril.

Não Utilizados: Pedro Bairos, Gastão, Vieira, Rojas.

Estádio Dr. Magalhães Pessoa, Leiria

Ao intervalo: 2-1

Golos: Adriano 2′ e Hernâni 41′ (UDLeiria) – Robson 16′ (p) e Sunday 51′

Disciplina: Amarelos a Leandro e Ulisses (UDLeiria), e Sunday, Tito, Robson, Rui Maurício e Fábio Santos (Sertanense FC).